Torta de abobrinha

IMGP3241

 

 

 

 

 

Receitinha super fácil e gostosa para servir como acompanhamento para os pequenos e para os adultos também!

Misture todos os ingredientes:

1 abobrinha ralada

1 tomate picadinho

1/2 cebola picadinha

1 dente de alho picado

cheiro verde

3 ovos

1/2 xícara de leite

5 colheres de araruta (ou outra farinha de sua preferência)

sal e pimenta a gosto

1 colher de chá de fermento

Unte um refratário com azeite de oliva. Coloque a mistura e, por cima, coloque queijo parmesão ralado. Leve ao forno para assar e gratinar o queijo. Prontinho!

 

Barrinha de granola

imgp1438

Ingredientes

200 gramas de granola sem açúcar

200 gramas de aveia

2 colheres de sopa de manteiga

2/3 xícara de mel ou melado

1/3 de xícara de bananas passas

1/3 de xícara de damascos

1/3 de xícara de cranberries desidratadas

1/3 de xícara de uvas passas

1/3 de xícara de castanhas do pará picadas

Rende uma forma grande de barrinhas


Modo de preparo

Misturar em um panela a granola, a aveia, o melado, a manteiga, as passas, as bananas e o damasco. Levar ao fogo até derreter bem a manteiga e começar a “dar liga”. Se precisar, acrescente um pouco mais de mel ou melado.

Acrescente o restante das frutas secas. Podem ser substituídas de acordo com a sua preferência. Misture bem. Forre o fundo de uma forma retangular com filme plástico. Disponha sobre o filme a mistura, pressionando bem na forma. Coloque um outro filme plástico por cima e leve à geladeira por cerca de uma hora. Depois, é só cortar em forma de barrinhas e servir. Eu enrolei cada uma em filme plástico para guardar assim na geladeira as porções individuais ou levar na bolsa/mochila para fazer lanchinhos. Fica uma delícia também misturada com iogurte natural.

Papinha de tapioca e cenoura

IMGP1565

 

 

 

 

 

Tem muita gente que me pede receitas de papinhas para os bebês menores e, como eu já passei dessa fase, acabo não conseguindo postar muita coisa específica para a introdução alimentar. Mas, essa receita é ótima opção para a introdução alimentar ou para os bebês que ainda estão na fase da papinha. Confesso que não agradou muito ao paladar do Otto porque ele não está mais acostumado com essa textura nos alimentos. Mas eu achei bem saboroso para oferecer aos menores. É possível fazer tanto com o leite (para quem já está liberado para consumir) quanto com a fórmula infantil. Só que algumas fórmulas não podem ser fervidas. Então, deve-se ficar atento a este detalhe. Neste caso, sugiro substituir a quantidade de leite por água e depois de fervida com a tapioca, acrescentar o pó da fórmula.

Ingredientes

2 colheres de sopa de tapioca (aquele preparo para tapioca que compramos no supermercado)

200 ml de leite ou fórmula infantil

2 cenouras

1 tomate pequeno ou uns 6 tomates cereja

uma pitada  de páprica, curry ou açafrão para dar uma corzinha

Modo de preparo

Cozinhe as cenouras até ficarem macias. Reserve. Leve ao fogo o leite ou a fórmula (veja acima meus comentários sobre a fórmula) e a tapioca. Mexa sempre até engrossar. Coloque esse “mingau” no liquidificador junto com as cenouras cozidas e o tomate. Eu usei uma pitada de sal, mas esse prato fica no limite entre o doce e o salgado, em razão do dulçor da cenoura. Então, fica a seu critério usar ou não o sal. Usei também uma pitada de curry. Bater tudo no liquidificador e servir.

 

 

 

Torta de atum com legumes

IMG_7865

Daquelas receitas fáceis, simples, que a gente faz com o que tem em casa!

Ingredientes para a massa:

1/2 xícara de aveia

2 fatias de queijo

2 colheres de sopa de amido de milho

2 colheres de sopa de azeite

1/2 colher de chá de sal

1/2 pote de iogurte natural

1 xícara de leite

1/ cenoura ralada

1 colher de chá de fermento

Modo de preparo:

Bater todos os ingredientes no liquidificador, menos o fermento. Desligar e misturar o fermento. Reservar.

Ingredientes para o recheio:

Aqui você pode variar de acordo com a sua preferência. Eu usei:

1/2 cenoura

1 talo de alho poró

1/2 cebola

1 xícara de milho verde cozido

1/2 abobrinha ralada

1 lata de atum escorrido

1 tomate sem pele e sem semente picado.

sal a gosto

Modo de preparo:

Refogar a cebola (eu usei ghee para refogar), acrescentar os legumes, o sal e, por último o atum.

Montagem:

Espalhe metade da massa em um refratário, coloque o recheio e cubra com o restante da massa. Asse em forno pré-aquecido a 180/200 graus por cerca de 30 minutos.

 

Krautwickel (enrolado de repolho com carne)

IMGP0604

O Krautwickel é uma receita bem típica alemã. Nada mais é do que um enrolado de repolho com carne e especiarias. Fica uma delícia! Há muito tempo eu não fazia essa receita, mas essa semana resolvi fazer para o Otto experimentar e servi com molho de tomate e purê de batata doce. Ele adorou! É possível assar o enroladinho no forno ou fazer no fogo, em uma frigideira. Eu fiz das duas maneiras e no forno eu achei que o repolho fica mais gostoso porque ele acaba ficando meio “tostadinho” por fora. Essa receita eu adaptei de um livro do meu chef alemão preferido, Alfons Schubeck.

Ingredientes:

500 gramas de carne moída (pode misturar um pouco de carne bovina com suína ou fazer só com bovina se preferir)

Duas a três fatias de pão cortado em cubinhos

100 ml de leite

Sal e pimenta a gosto

Raspas de limão

Salsinha e cebolinha a gosto

1 repolho

1 cebola pequena

1 colher de sopa de manteiga

Se quiser, dá para variar os temperos, colocar um pouco de curry, gengibre, etc. Eu gosto de usar umas gotinhas daquele molho Maggi Würze que aqui em Blumenau tem na Stuttgart.

Modo de preparo:

Misture o pão com o leite e reserve.

Separe algumas folhas do repolho delicadamente para fiquem inteiras (a receita rende de 8 a 10 enroladinhos). Em água fervente com um pouco de sal, mergulhe as folhas (eu vou colocando duas por vez) e deixe por dois a três minutos, até que fiquem macias a ponto de poder fazer o enrolado. Reserve.

Pique a cebola e refogue na manteiga.

Misture o pão já amolecido no leite com a cebola refogada, a carne e os temperos. Mexa bem até ficar homogêneo.

Em cada folha de repolho coloque o recheio e feche a folha. Eu coloco o recheio (umas três colheres de sopa) naquela parte mais dura do repolho, depois coloco as laterais da folha por cima e vou enrolando. É importante ficar bem apertadinho. Depois, eu passo um barbante para garantir que não vai vazar nada.

Depois disso, você tem duas opções. Ou leva ao fogo em uma frigideira antiaderente com um pouco de azeite e dá uma selada nos dois lados do enroladinho e depois deixa cozinhando por cerca de 30 minutos com um pouco de molho (nesse caso eu usei um molho de tomate que fiz com tomate, cebola e alho poró); ou então leva ao forno (eu só coloquei um pouco de azeite na forma e umas raspas de limão por cima), também por cerca de 30 minutos.

Espaguete de abobrinha

IMGP0532

Gente, essa receita é muito fácil e serve para dar uma forcinha para quem tem dificuldade em inserir esse legume na alimentação das crianças. Só de mudar a forma como é apresentada o próprio sabor parece que muda também. Para esse prato eu fiz um molho de tomate aproveitando um pedaço de pernil suíno que eu tinha assado e um caldo de ossos que meu marido havia feito. Ficou uma delícia.

A receita é muito fácil: é só cortar as abobrinhas à Julienne (se você não tem um cortador desse tipo pode fatiar como um talharim, pode usar o mandolin ou mesmo uma faca bem afiada). Depois, eu usei uma frigideira grande, coloquei um pouco de manteiga e refoguei a abobrinha com uma pitada de sal. É importante não deixá-la passar do ponto. Ela tem que ficar “al dente”, porque depois que colocar o molho por cima ela vai continuar cozinhando um pouco. Vai formar um pouco de água na frigideira, você deve tirar na hora em que for passar o espaguete para o prato onde for servir.

Depois é só jogar o molho de sua preferência por cima e pronto!

Bolo de banana com farinha de amêndoas (sem açúcar, sem glúten e sem lactose)

IMGP0391

Difícil achar um nome para este bolo, porque ele ficou com um pouquinho do gostinho de cada ingrediente: banana, amêndoas, tâmaras, passas… Super fofinho e molhadinho, é o tipo de bolo que dá para inventar com o que a gente tem em casa (substituir as tâmaras por ameixas ou parte da farinha por farinha de arroz ou de aveia, por exemplo). Mas, posso dizer pra vocês que essa combinação ficou muito boa.

Ingredientes:

  • 4 a 5 bananas bem maduras (o suficiente para forrar o fundo de uma forma)
  • 12 tâmaras (ou ameixas) sem caroço
  • 1/2 xícara de uvas passas
  • 1 xícara de farinha de amêndoas (se não encontrar pronta é só moer as amêndoas no liquidificador)
  • 1/2 xícara de amido de milho
  • 1/2 xícara de polvilho doce
  • 1/2 xícara de azeite de oliva (ou óleo de coco)
  • 4 ovos
  • 1 colher de sopa de mel (opcional)
  • 2 colheres de sopa de fermento

Modo de preparo:

Hidrate as tâmaras e as passas em água por uns 30 minutos. No liquidificador, bata as frutas secas hidratadas, os ovos, o azeite e o mel. Em um recipiente misture este creme aos ingredientes secos. Corte as bananas ao meio e forre o fundo de uma forma. Distribua a massa por cima e leve ao forno pré-aquecido a uns 180 graus por cerca de 35 minutos. Prontinho!

Creme de batata salsa com folhas e talos de brócolis

IMGP0094

Lembram que outro dia eu estava querendo usar as folhas e talos de brócolis e fiz esse suflê aqui? Então, acabou sobrando um pouco de folhas e talos e aí resolvi inventar esse creme. Ficou super saboroso e é bem fácil de fazer. Da primeira vez em que ofereci para o Otto ele não gostou muito, mas foi porque ele estranhou a consistência. As folhas e os talos não ficaram bem macios e acabaram não desmanchando bem no liquidificador. Então, eu peneirei e ele comeu tudo depois.

Ingredientes:

Cerca de 2 xícara de talos e folhas de brócolis picadinhos
1 alho poró
1/2 cebola picadinha
1 dente de alho
2 xícaras de leite
4 batatas salsa (mandioquinha) pequenas
cheiro verde a gosto
1 colher de sopa de óleo de coco

Modo de preparo:

Refogue no óleo de coco o alho, a cebola, o alho poró e acrescente o brócolis. Acrescente o leite e deixe cozinhar até que os talos e folhas de brócolis fiquem macios.

Em outra panela, cozinhe a batata salsa.

Depois de tudo cozido, leve ao liquidificador e bata até ficar homogêneo. Você pode bater o cheiro verde junto ou acrescentar depois.

Se quiser, pode acrescentar uma colher de sopa de nata no final.

Abobrinha gratinada com pistaches

IMGP9776

Super, super fácil e saborosa. Para dar uma “cara nova” para a abobrinha. A mistura com os pistaches dá um crocante que contrasta com as outras texturas desse prato.

Ingredientes:

Meia abobrinha

1/3 de cebola

1 pedaço de alho-poró (só a parte branca)

Queijo ralado para gratinar

8 pistaches

Azeite para refogar

Rende duas porções.

Modo de preparo:

Refogar em um pouquinho de azeite a cebola, o alho-poró e a abobrinha picadinha (eu lavei bem e usei com a casca). Acrescentar uma pitadinha de sal. Colocar em ramequins, cobrir com o queijo ralado e os pistaches bem picadinhos. Levar para gratinar no forno a uns 200 graus.

Mini-cenouras glaceadas no mel e gengibre

IMGP9664

Prato ótimo para acompanhar uma carne. O doce da cenoura, o ácido do gengibre e a textura glaceada do mel ficam uma delícia juntos. Sem falar dos benefícios desses alimentos: o gengibre é ótimo para a digestão e contra náuseas. A cenoura, já falei aqui, boa para o funcionamento do sistema imunológico, ajuda a regular o nível de açúcar no sangue, além de ser rica em betacaroteno e vitaminas C e E.

Vamos à receita!

Ingredientes:

200 gramas de mini-cenouras

1 colher de chá de manteiga (eu uso ghee)

1 colher de sopa de mel

1/2 colher de café de gengibre ralado

1/2 colher de sopa de salsinha fresca

Algumas gotas de suco de limão.

Rende uma porção de 200 gramas.

Modo de preparo:

Lave as mini-cenouras e cozinhe no vapor por cerca de 15 minutos. Derreta a manteiga em uma panela, junte o gengibre e deixe refogar um minutinho. Acrescente as cenouras e em seguida o mel. Deixe caramelizar por uns 5 a 6 minutos. Acrescente umas gostas de limão e a salsinha picada.