Salada de frutas assadas com especiarias

IMGP3637

 

 

 

 

 

Essa saladinha de frutas é deliciosa, fica ótima para comer com iogurte natural no lanche ou como sobremesa. Você pode variar as frutas de acordo com a sua preferência. O legal é que dá para colocar na geladeira e dura mais do que uma salada de frutas frescas. É muito bacana também para servir em potinhos individuais em festinhas de aniversário.

Eu usei:

3 pêras

2 maçãs

1 caqui

um punhado de uvas passas

2 laranjas

2 kiwis

Canela, cardamomo (você pode usar as especiarias de sua preferência: cravo, gengibre, etc…)

Corte em cubinhos pequenos todas as frutas (deixe o kiwi ou outras frutas que ficam melhores frescas, como banana e mamão para acrescentar ao final, depois que tirar do forno). Esprema duas laranjas e misture com as frutas picadas para não oxidarem.

Espalhe em uma forma e leve ao forno médio (180 graus) por cerca de 30 minutos.

Depois de frio, misture as outras frutas frescas de sua preferência. Neste caso, eu usei só kiwi fresco.

 

 

Anúncios

Quadradinhos de banana

IMG_8196

Essa receitinha super fácil é uma mão na roda para levar para o clube ou para a praia neste verão. Peguei aqui no face Papa do Theo. Eu só substituí a farinha de aveia por aveia em flocos e coloquei passas também. Eu sugiro que você já faça duas ou três receitas, porque rende pouquinho.

Ingredientes:

1 banana amassada

2 colheres de aveia

um punhado de uvas passas

canela em pó

 

Modo de preparo:

Amasse a banana, junte os demais ingredientes e coloque em uma forma quadrada, deixando a massa com mais ou menos 1 cm de altura. Asse até dourar em forno médio (180 graus, cerca de 15 a 20 minutos).

 

 

Bolo de banana e iogurte

IMGP1266

Esse é um daqueles bolos super práticos, pra fazer de última hora. Ele fica super molhadinho por dentro, por causa do iogurte. Fica bem gostoso e não vai nadica de açúcar. Por cima, para decorar, eu coloquei umas frutas secas crocantes que eu faço com óleo de coco, pimenta rosa e mel (mais pra frente eu posto a receita!). Ficou uma delícia. A receita rende um bolo pequeno ou vários bolinhos em forminhas de cupcake.

Ingredientes:

1 banana bem madura

1/4 xícara de passas

1/4 de xícara de aveia

1 potinho de iogurte

1 ovo

1 colher de chá de fermento

canela em pó

1/2 colher de sopa de manteiga

Modo de preparo:

Amasse a banana. Junte os demais ingredientes, deixando o fermento por último. Coloque em uma forma untada ou antiaderente e asse no forno médio (180 a 200 graus). Eu assei por cerca de 30 minutos, mas meu bolo era pequeno, o tempo vai depender do tamanho do bolo e da forma.

 

Tarte Tatin versão infantil (torta de maçã invertida, sem glúten e sem açúcar)

IMGP0271

A Tarte Tatin é uma receita tradicional francesa, no Brasil já vi gente chamando de “torta invertida”. Isso é porque ela é feita da forma inversa: o recheio vai por baixo e a massa por cima. Eu adoro fazer essa receita na versão “adulta”, mas ela leva muito açúcar. No fim de semana passado eu fiz e fiquei pensando em como poderia adaptá-la para o Otto. O resultado foi este! A massa ficou um pouco mais sequinha (a tradicional vai muita manteiga) e é claro que o recheio ficou bem menos doce porque só adocei com uma colher de sobremesa de mel. Mas o resultado ficou bem bom, o Otto comeu uma tortinha inteira de uma vez só.

Ingredientes:

Para o recheio:

2 maçãs

1 colher de sobremesa de mel

1 colher de sobremesa de óleo de coco ou manteiga para o “caramelo”

canela em pó

suco de meio limão

1/4 xícara de água

Para a massa:

1 xícara de farinha de arroz

1 colher de sobremesa de manteiga (para a massa)

1 pitada de sal

1 ovo

gotas de essência de baunilha

Rende três tortinhas pequenas. Para fazer em uma forma maior, dobre a receita.

Modo de preparo

Descasque as maçãs, corte em quatro partes, tire o caroço e corte em fatias. Misture as maçãs com o suco de limão para que não oxidem. Leve ao fogo o mel, a manteiga ou óleo de coco e a água. Quando começar a ferver, junte as maçãs e cozinhe até começarem a ficar macias. Polvilhe um pouco de canela.

Para a massa, misture todos os ingredientes e amasse até formar uma massa bem lisa e homogênea.

Eu usei três mini cocottes para fazer três tortinhas pequenas. Coloque as maçãs carameladas no fundo das forminhas untadas com um pouquinho de manteiga. Eu ainda coloquei uma colher de sobremesa de água em cada uma porque achei que tinha ficado pouco líquido (no forno ainda vai secar, então, se tiver ficado pouco líquido do cozimento, é bom acrescentar um pouquinho de água).

Abra a massa bem fina. Para abrir sem despedaçar a massa, eu coloquei um filme plástico em cima e outro embaixo e abri com um rolo por cima do filme. Corte a massa no tamanho da forma e coloque por cima do recheio, fechando bem a torta. Leve ao forno médio por cerca de 30 minutos ou até a massa começar a dourar.

Tire do forno e desenforme ainda quente virando a forma em um prato. As maçãs vão ficar para cima e a massa em baixo, por isso o nome de torta invertida.

Maçãs assadas com especiarias

IMGP9784

Sobremesa super gostosa e fácil de fazer. Otto devorou em dois tempos!

Ingredientes:

– 3 maçãs

– 6 cravos da índia

– 1 colher de chá de canela em pó

– 1 colher de sopa rasa de mel

– 2 castanhas do pará

– suco de meia laranja

– gengibre ralado a gosto (eu usei bem pouquinho, só dar um gostinho)

Rendimento: 3 porções.

Modo de preparo:

Misturar o mel, a canela, o suco de laranja e o gengibre ralado. Descascar as maçãs e cortá-las pela metade, tirando os caroços. Dispor as maçãs em uma assadeira. Colocar um cravo em cima de cada metade (o cravo deve ser tirado na hora de servir). Dividir a mistura de especiarias em cima de cada pedaço de maçã. Colocar por cima lascas de castanha do pará (eu faço quase “ralada” com uma faca, vou tirando as lasquinhas). Cobrir com papel alumínio e levar ao forno por cerca de 40 minutos. Pode ser servida com iogurte natural.

Estrelinhas (carambola em calda)

IMGP9432

Eu acho a carambola uma das frutas mais lindas. Até não acho tão saborosa, mas ela me seduz pela aparência! Essa carambola em calda não leva açúcar, eu adoço com mel. Para dar mais sabor, uso canela em pau e cravo para cozinhar. Não tem muito segredo, por isso nem vou detalhar a receita aqui. É só cortar as carambolas, cobrir com água, juntar canela em pau e uns dois ou três cravos da índia, mel a gosto e deixar cozinhar até ficar bem macia (demora um pouco, uns 40 minutos em fogo brando). Eu usei umas dez carambolas e duas colheres de mel. Importante lembrar que o mel não pode ser oferecido para bebês menores de um ano. Dá para servir só a fruta em calda ou acrescentar iogurte natural.

Bolo de frutas (sem açúcar e sem glúten)

IMGP9059

Neste fim de semana eu estive na casa da minha mãe e ela tinha uma fruteira linda, cheia de frutas maduras e cheirosas. Não resisti e inventei esse bolo! Ele não leva açúcar, por isso é bom usar frutas maduras e alguma fruta seca como passas, ameixas secas, damascos ou tâmaras para adoçar. O restante você pode variar conforme sua preferência. A consistência fica quase de um pudim, é uma massa bem pesada. Mas é gostoso e saudável para as crianças! Eu também gostei, só que comi com nata.

Ingredientes:

3 bananas maduras

10 a 12 ameixas secas

3 ovos

2 xícaras de fécula de batata (pode usar farinha de arroz também)

2 maçãs

2 pêras

1 xícara de suco de laranja (eu usei 3 laranjas para dar uma xícara de suco)

100 gramas de manteiga

1 colher de sopa de fermento em pó

Rende um bolo grande, se preferir pode fazer em forminhas de cupcakes (neste caso sugiro fazer a metade da receita).

Modo de preparo

Bata no liquidificador as bananas, a manteiga derretida, os ovos, o suco de laranja e as ameixas secas. Transfira para uma tigela e acrescente a fécula de batata, as maçãs e as pêras raladas. Misture bem. Acrescente o fermento e misture. Leve ao forno em uma forma untada com manteiga (eu usei uma forma de furo no meio). Asse a 180 graus por cerca de 40 a 50 minutos.

Geleia de damascos (sem açúcar, com ágar ágar)

IMGP9012

Esta geleia é uma opção para passar no pão, usar como recheio de algum bolinho ou misturar com frutas cozidas, como pêra. Ela não leva açúcar, apenas o damasco e, para espessar um pouco, eu uso uma pitadinha de ágar ágar.

Para preparar, basta cortar os damascos em quatro partes e cozinhar bem, durante mais ou menos uma hora, mexendo sempre e colocando um pouquinho de água. No final, quando os damascos já estiverem bem macios e desmanchados, eu coloco uma pontinha de colher de ágar ágar para espessar e deixo cozinhar por mais uns três minutos.

Pelo que eu tenho pesquisado, se usa a proporção e uma colher de chá de ágar ágar para uma xícara de líquido (ou do que você quiser espessar). Mas eu achei essa proporção meio exagerada, porque pode ficar com muito gosto do ágar ágar, que não é bom.

Na verdade, eu ainda estou testando o uso do ágar ágar. Se alguém tiver dicas de como usar pode deixar aí nos comentários! Eu já tentei usar como gelatina, mas acabei colocando demais e o gosto ficou muito forte. Acho que ele é mais um espessante do que uma gelatina.

Já li muito sobre os benefícios desse produto, feito a partir de algas. Só tem que cuidar para não exagerar, porque ele é composto por 94,8% de fibras solúveis. Ou seja, tem que ter parcimônia ao oferecer para as crianças para não “soltar” muito o intestino. Eu já li que o poder gelidificante do ágar ágar (também chamado de gelatina vegetal) é dez vezes maior que o da gelatina convencional. Mas isso eu confesso para vocês que eu ainda não consegui comprovar.

Além disso, ele não necessita ir à geladeira para ficar firme e também não derrete em temperatura ambiente, como a gelatina comum. Enfim, é uma opção natural para espessar as geleias ou gelatinas!

Flan de manga (sem açúcar, sem glúten)

IMGP8729

Eu chamo essa receita de flan porque ela fica com essa consistência firme, que dá para desenformar. Mas também dá pra chamar de mousse, porque ela fica bem macia. Vamos à receita:

Ingredientes

Uma manga madurinha

200 ml de leite de coco

1 envelope de gelatina sem sabor

1 potinho de iogurte natural

Rende umas quatro porções.

Modo de preparo:

Bater a manga no liquidificador com o iogurte e o leite de coco. Dissolver a gelatina de acordo com as instruções da embalagem e despejar aos poucos no liquidificador. Bater mais um pouquinho e pronto! Dividir em potinhos e levar à geladeira.

Compota de frutas

IMGP8720

Essas frutinhas são um coringa lá em casa. Sempre tenho potinhos congelados. Mando quase todos os dias para a escolinha para o Otto comer como sobremesa. E também é um quebra galho quando vamos passar um fim de semana fora. É um lanchinho fácil de armazenar (só colocar na bolsa térmica), fácil de oferecer e saudável.

É possível fazer com quase todo tipo de fruta. Essa da foto eu fiz com maçã, pêra, suco de uma laranja, canela e passas. Para dar uma adoçada eu uso as passas, tâmaras ou damascos.

Basta higienizar as frutas, descascar, cortar em cubinhos e colocar para cozinhar com pouca água (as frutas já soltam bastante água) até ficarem bem macias. Depois, pode dividir em porções e congelar. Também dá para misturar com iogurte natural, fica bem gostoso.